SAIBA COMO O COACHING PODE AJUDAR NO DESENVOLVIMENTO DA LIDERANÇA

Alcançar o desenvolvimento da liderança inovadora é um dos grandes desafios da Educação Corporativa. Em momentos de transição, o perfil de um líder é determinante nos resultados das organizações — tanto em termos numéricos como humanos. A dificuldade é ainda maior quando se busca um profissional capaz de desenvolver talentos e que também esteja enquadrado na cultura organizacional.

Há muito tempo, o coaching é utilizado no desenvolvimento da liderança. Conscientes das dificuldades, as organizações optam por potencializar os talentos dentro de seu quadro, melhorando o clima organizacional e, obviamente, retendo seus melhores profissionais.

Se interessou pelo assunto? Para ajudá-lo, elencarei neste post três aspectos importantes da liderança que o coaching pode desenvolver. 

Autoconhecimento

Aprofundar-se no autoconhecimento é requisito essencial para o desenvolvimento da liderança. Conhecendo os impactos de seu comportamento nos pares e liderados, o profissional terá um melhor entendimento do comportamento humano.

Quando uma pessoa aprende a lidar com os seus pontos fortes — e também com aqueles que precisam de melhorias —, controlando seus impulsos e reações, se habilita a formar essa competência em seus liderados, e, pelo exemplo, alcançará seus pares.

Durante o processo de se formar um líder com essas competências, o profissional contribuirá para a melhoria do clima organizacional, colaborando para que as pressões se mantenham em níveis propensos à produtividade — sem excessos!

Maior capacidade de persuasão

A ponderação eficaz conduz à persuasão. E, se não persuadir, o líder estará apto a mudar de opinião, postura ou direção — sem conflitos! Assim, as discussões passam a ser mais produtivas e agradáveis, permitindo o engajamento de todos, contribuindo para melhores resultados.

Nem sempre se consegue persuadir com argumentos. A maneira mais profunda e eficaz de persuasão é levar os demais a construírem a melhor solução e se manterem comprometidos com os resultados esperados. Ou seja: quando todos constroem, todos se sentem responsáveis.

Ao desenvolver essa competência, o líder aumenta a motivação da equipe e tem a oportunidade de contagiar os outros. Times motivados geram uma contagiante vibração pelos resultados.

Melhora na comunicação

Uma pessoa que se conhece e domina seu comportamento consegue aperfeiçoar sua comunicação, pois suas mensagens não carregam sentimentos de autoafirmação, carência, inferioridade ou rancor.

Mensagens limpas são facilmente aceitas e compreendidas, cumprindo seus objetivos rapidamente. É menor a possibilidade de distorções ou incompreensões do conteúdo, o que torna a comunicação rápida e efetiva.

A confiança adquirida por meio do autoconhecimento deixará o profissional com uma postura mais leve e fácil de se relacionar com seus pares, liderados, corpo diretor e conselho. Com menos barreiras, o caminho ficará livre!

As competências comportamentais adquiridas pelo desenvolvimento da liderança abrem caminho para colaboradores mais motivados e em busca de resultados.

Utilizar-se do coaching para alcançar esses resultados é valer-se de uma metodologia comprovadamente exitosa e evoluída, pronta para mostrar os caminhos para o alcance dos objetivos.

Performance e resultados alcançados contribuem para a melhora da autoestima, retroalimentando a motivação para estabelecer e atingir metas mais ousadas e significativas para a organização.

Gostou deste post sobre desenvolvimento de liderança? Então, confira também os 5 maiores benefícios que o coaching pode trazer para a sua empresa!

4 RAZÕES PARA CONTRATAR UM TREINAMENTO DE COACHING PARA A EMPRESA

Por que optar pelo coaching na sua empresa e não por outro treinamento qualquer? Bom, motivos não faltam para essa decisão.

Além de o coaching ser uma metodologia moderna e adequada para as demandas atuais, é altamente eficaz para modificar padrões de comportamento cristalizados na cultura organizacional. Esses padrões conduzem sempre ao mesmo caminho, trazendo pouca — ou nenhuma — evolução.

Chega uma hora em que toda empresa precisa ter esse olhar para seus processos internos, visto que eles definem toda a dinâmica da organização.

Sendo assim, o coaching torna-se a ferramenta ideal para esse mecanismo, oferecendo soluções alinhadas com as necessidades que forem detectadas durante as etapas do processo.

A fim de mostrar seus benefícios na prática, separei criteriosamente 4 razões para contratar um treinamento de coaching para a sua empresa. 

1. Otimização de recursos

Geralmente, quando pensamos em mudanças, achamos que o que temos não é o suficiente, o que, muitas vezes, nos leva ao erro de investir em novos recursos e não aproveitar aquilo que já temos.

Numa empresa, isso não é diferente. O uso errado ou ineficiente daquilo que se tem é mais comum do que ter os recursos errados. Esse pode ser o caso da sua empresa!

Tanto colaboradores (capital humano) quanto materiais e equipamentos podem ter a sua melhor versão, desde que seu potencial seja explorado de acordo com a realidade da empresa. Otimização é uma das palavras-chave no treinamento de coaching.

2. Engajamento de colaboradores

Além de trazer mais eficiência para a organização, o coaching trabalha as relações estabelecidas entre colaboradores, fortalecendo vínculos e trabalhando a identidade do grupo como um todo.

Todo esse mecanismo faz crescer a sensação de pertencimento de cada um na empresa, engajando equipe e líderes e alinhando suas atitudes com os objetivos da organização.

3. Mudanças duradouras

Não basta apenas mudar — é preciso que as transformações continuem mesmo após o treinamento acabar. Afinal, este é o objetivo principal: tornar a organização capaz de autogerir seus conflitos e buscar suas próprias soluções.

Uma característica importante do coaching é a capacidade de focar em determinados aspectos e modificá-los de maneira mais profunda do que em um treinamento comum, fazendo com que seus efeitos sejam duradouros.

4. Satisfação de clientes

Um dos princípios do mundo empresarial é o de que os processos internos refletem diretamente no sucesso dos negócios. Assim como os números, a satisfação dos clientes é resultado, também, de uma equipe coesa e atuante, bem como de lideranças efetivas e inspiradoras de verdade.

Dificilmente uma equipe insatisfeita e ineficiente realizará um bom trabalho, o que refletirá na qualidade dos serviços e do atendimento em si.

Logo, como vimos durante todo o texto, o treinamento de coaching é um dos únicos mecanismos que afetam a organização integralmente, sem deixar, é claro, de perder o foco nos principais pontos de intervenção que ela precisa.

O que você acha de contratar o treinamento de coaching agora mesmo? Saiba um pouco mais como isso funciona por meio do conteúdo do meu blog e entre em contato para tirar suas dúvidas!

Sobre o tempoAbout the time

Tantas pessoas passam pela vida e, no fim dos seus dias, se questionam sobre a razão de sua existência. Será que precisamos mesmo ser tão maduros para então perceber aquilo que nos é realmente importante? Esperar termos mais idade e menos condições físicas para tentar usufruir da sabedoria e das atitudes acertadas?

Tudo depende de nosso posicionamento diante das situações que nos ocorrem. Quantas pessoas esperam o sucesso, a fama e o dinheiro? A maioria das pessoas… E isso se concretiza com esforço, inteligência e por vezes talento. Mas alcançar o topo é sinônimo de realização? Existem casos que demonstram exatamente o oposto.

Quando falamos de atletas, tratamos de pessoas dedicadas, comprometidas com o desempenho e com garra para traçar um caminho muito grandioso. Por vezes, porém, falamos de pessoas que não tiveram tantas oportunidades na vida até então. Berço simples, pouco estudo, lutas e dificuldades.
Esportistas se preparam arduamente para superar seus limites, mas às vezes não conseguem dominar sua vida pessoal. Dinheiro, reconhecimento e assédio podem desestabilizar esse novo momento e, muitas vezes, destruir carreiras. É aí que entra o trabalho do coaching.

O objetivo desse especialista não é traçar planos táticos de jogo, nem mesmo fazer uma análise de vida, alegrias ou traumas do jogador. Para isso têm-se, respectivamente, o trabalho fundamental do técnico e de um psicólogo. O trabalho do coaching é orientar, buscar alta performance aliada às garantias de satisfação e prazer pessoais. Mostrar como lidar com questões que muitas vezes a cegueira do deslumbramento não permite resolver.

É uma forma de reeducação, um traçar de planos para que o atleta conheça seu caminho almejado e se prepare para os desafios que por vezes dilaceram carreiras e sonhos por simples falta de planejamento e estratégia. Acredito muito nesse trabalho e percebo que não precisamos chegar à velhice para saber como fazer, ou se arrepender por ter feito errado o que podemos desde então acertar!No translation.

Quatro dicas para dominar o medo

O medo é o pior inimigo do sucesso. Se você é governado pelo medo, nunca vai correr riscos e dificilmente vai alcançar o sucesso que merece, porque, normalmente, as ações mais assustadoras também são as mais recompensadoras.

Para que você domine seu medo, compartilhamos estas quatro dicas:

1. Coloque a coragem à frente da segurança

Muitas pessoas valorizam a segurança acima de tudo. Continuam em empregos que detestam, relações que as fazem sentir miseráveis e mantêm hábitos que as estão matando simplesmente para se sentirem seguras.

Para dominar o medo, substitua o sentimento de segurança pela coragem. Você deve decidir, de uma vez por todas, que é mais importante ter coragem de fazer o que trará sucesso em vez de se conformar com aquilo que traz segurança.

2. Saiba a diferença entre medo e prudência

Normalmente, o medo é irracional. Por exemplo, você pode sentir medo de abrir seu próprio negócio por temer que dê errado ou não ter certeza de que você é competente o suficiente. São esses medos irracionais que nos impedem de ser bem-sucedidos.

Há outro sentimento fácil de ser confundido, que podemos definir como prudência. Por exemplo: você tem medo de dirigir em alta velocidade por não querer causar um acidente.

Prudência é uma coisa positiva. Apenas tenha certeza de que você não está confundindo-a com medo quando evita correr riscos para fazer o que é necessário.

3. Aproveite o medo para agir

Se o que causa medo está fora do seu controle (como uma crise econômica mundial, por exemplo) defina um plano de ação com os passos que você deve seguir para estar preparado quando alguma coisa acontecer. Faça o que puder e siga em frente.

4. Encare o medo com excitação

Finalmente, encare o medo como algo excitante. Pense na última vez que você andou de montanha russa: provavelmente sentiu medo, mas também se divertiu. A vida sem medo – e sem a coragem para superá-lo – seria muito sem graça.

Agora, faça algo que te faça sentir medo. Nem amanhã, nem semana que vem – agora, antes que termine de ler este post. Faça aquela ligação. Envie aquele e-mail. Crie um plano de negócios. Agora!

O medo é o pior inimigo do sucesso. Se você é governado pelo medo, nunca vai correr riscos e dificilmente vai alcançar o sucesso que merece, porque, normalmente, as ações mais assustadoras também são as mais recompensadoras.

MINAS MARCA

No dia 3 de agosto, a MINAS MARCA – empresa especializada em informação sobre o mercado de comunicação e marketing de Minas Gerais – publicou uma entrevista cedida por mim.

Na entrevista, falei sobre gestão e comunicação empresarial, a importância do coaching e sobre o Seminário Internacional de Liderança e Gestão, evento em que irei ministrar uma palestra.

Clique aqui e confira a entrevista na íntegra.