Sobre o tempoAbout the time

Tantas pessoas passam pela vida e, no fim dos seus dias, se questionam sobre a razão de sua existência. Será que precisamos mesmo ser tão maduros para então perceber aquilo que nos é realmente importante? Esperar termos mais idade e menos condições físicas para tentar usufruir da sabedoria e das atitudes acertadas?

Tudo depende de nosso posicionamento diante das situações que nos ocorrem. Quantas pessoas esperam o sucesso, a fama e o dinheiro? A maioria das pessoas… E isso se concretiza com esforço, inteligência e por vezes talento. Mas alcançar o topo é sinônimo de realização? Existem casos que demonstram exatamente o oposto.

Quando falamos de atletas, tratamos de pessoas dedicadas, comprometidas com o desempenho e com garra para traçar um caminho muito grandioso. Por vezes, porém, falamos de pessoas que não tiveram tantas oportunidades na vida até então. Berço simples, pouco estudo, lutas e dificuldades.
Esportistas se preparam arduamente para superar seus limites, mas às vezes não conseguem dominar sua vida pessoal. Dinheiro, reconhecimento e assédio podem desestabilizar esse novo momento e, muitas vezes, destruir carreiras. É aí que entra o trabalho do coaching.

O objetivo desse especialista não é traçar planos táticos de jogo, nem mesmo fazer uma análise de vida, alegrias ou traumas do jogador. Para isso têm-se, respectivamente, o trabalho fundamental do técnico e de um psicólogo. O trabalho do coaching é orientar, buscar alta performance aliada às garantias de satisfação e prazer pessoais. Mostrar como lidar com questões que muitas vezes a cegueira do deslumbramento não permite resolver.

É uma forma de reeducação, um traçar de planos para que o atleta conheça seu caminho almejado e se prepare para os desafios que por vezes dilaceram carreiras e sonhos por simples falta de planejamento e estratégia. Acredito muito nesse trabalho e percebo que não precisamos chegar à velhice para saber como fazer, ou se arrepender por ter feito errado o que podemos desde então acertar!No translation.

Deixe seu comentário